Governo quer zerar o déficit da Rio 2016 até o fim do ano

19 de novembro de 2013

Esporte



Governo quer zerar o déficit da Rio 2016 até o fim do ano
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-11-19/governo-quer-zerar-deficit-da-rio-2016-ate-fim-do-ano
Nov 19th 2013, 21:57

Cristina Indio do Brasil

Repórter da Agência Brasil
Rio de Janeiro - O governo quer zerar o déficit para a organização dos Jogos Olímpicos de 2016 até o fim do ano. A expectativa é do secretário executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes. Ele explicou que em valores atualizados os gastos previstos somam R$ 1,5 bilhão, valor maior que o inicialmente projetado.
"Nós queremos eliminar o déficit. Na candidatura foi projetado um valor. Hoje seria na faixa de R$1,5 bilhão. Estamos trabalhando para que não haja déficit operacional",disse Fernandes.
O secretário explicou que nas garantias apresentadas pelo Brasil para sediar as Olimpíadas de 2016, os governos federal, estadual e a prefeitura, assumiram a responsabilidade de cobrir eventuais déficits operacionais dos Jogos. É esse compromisso, estimado em R$1,5 bilhão, que o governo quer reduzir para não ter necessidade de cobrir diferenças. Por causa disso, segundo ele, está sendo feito um estudo rigoroso para zerar a conta.
"Dependendo do perfil do orçamento da Rio 2016 o trabalho de planos operacionais dos três entes – União, estado e município - têm que se adequar ao orçamento. Estamos no meio de um processo que está sendo finalizado de rígido controle do orçamento da Rio 2016, com o objetivo de que não haja deficit no orçamento nas Olimpíadas de 2016", enfatizou o secretário.
Ele informou que a redução de custos atinge, também, os equipamentos esportivos. "Estamos fazendo uma revisão extremamente rigorosa do custo de cada instalação e das exigências e especificações de cada instalação, mas isso não estaria na conta do deficit de orçamento", esclareceu.
Luis Fernandes adiantou que os custos podem atingir também os salários de pessoas contratadas para trabalhar nos Jogos Olímpicos. Segundo ele, os salários impactam o orçamento da Rio 2016.
O diretor do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, Leonardo Grynner, disse que atualmente a organização dos jogos funciona com 600 pessoas e a expectativa é chegar, na época dos jogos, a mais de 7 mil. "Ainda estamos vendo este número. Temos várias coisas que podemos mexer. Número de pessoas, época de contratação, valor dos salários".
O secretário e o diretor participaram, hoje (19), da cerimônia de posse do novo presidente da Autoridade Pública Olímpica (APO), general Fernando Azevedo e Silva, na Fortaleza de São João, zona sul do Rio.
Edição: Marcos Chagas
Todo o conteúdo deste site está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil





You are receiving this email because you subscribed to this feed at https://blogtrottr.com

If you no longer wish to receive these emails, you can unsubscribe here:
https://blogtrottr.com/unsubscribe/sW/JDlFfT

Espalhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade, em especial no que tange ao uso de cookies."

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni