Governo do Rio inicia a contagem regressiva para as Olimpíadas

8 de novembro de 2013

Agência Brasil

 
Foto: Shana Reis (Divulgação)
Rio de Janeiro – O início da contagem regressiva de mil dias para as Olimpíadas de 2016 foi marcado hoje (8) com a detonação de rochas para a abertura do túnel da Transolímpica e com a inauguração do Mirante do Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, na zona oeste da capital.

A Transolímpica terá 23 quilômetros de extensão e ligará a Barra da Tijuca a Deodoro, também na zona oeste. Toda a perfuração do túnel será feita em 18 meses e a previsão é que a via fique pronta em dezembro de 2015. O investimento de custo da Transolímpica é de R$ 1,6 bilhão, dos quais R$ 1,1 bilhão do município e o restante feito pelo setor privado.

Já o Parque Olímpico da Barra sediará a maioria dos jogos de 2016. O complexo contará com velódromo, arena de handebol, centro aquático, arena para provas de ginástica, centro de tênis, entre outras estruturas. As obras para a construção do parque começaram em julho de 2012 e tem previsão de término no primeiro trimestre de 2016. O investimento de R$1,35 bilhão é todo do setor privado.

O ministro interino dos Esportes, Luis Fernandes, que acionou o detonador junto com o governador Sérgio Cabral e com o prefeito do Rio, Eduardo Paes, disse que a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 são oportunidades para o crescimento do Brasil, principalmente do estado.

"Esses dois grandes eventos são oportunidades para alavancar o desenvolvimento do Brasil, muito em particular o Rio de Janeiro, que será a sede da disputa olímpica e paralímpica", disse Fernandes. Ele acrescentou que o Rio de Janeiro passará por "uma revolução na infraestrutura, na mobilidade urbana. Uma variedade tão grande de obras, para estarem prontas para os Jogos Olímpicos" que causará transtornos para a população da cidade.

Luis Fernandes disse que a principal marca do início da contagem regressiva para as Olimpíadas de 2016 é o fato das execuções de obras essenciais com o calendário em dia. A Transolímpica terá duas pistas com duas faixas para veículos e uma exclusiva para o BRT (Bus Rapid Transit). A pista também contará com 18 estações e dois terminais de passageiros. A via cortará oito bairros e será administrada pela concessionária Viario, formada pelas empresas Invepar, Odebrecht e CCR, pelos próximos 35 anos.

De acordo com a prefeitura do Rio, cerca de 100 mil pessoas serão beneficiadas pelo BRT da Transolímpica e o tempo de percurso será reduzido em duas horas. A previsão é que 55 mil veículos circulem diariamente pela via. Ela suportará o trânsito de até 90 mil veículos sem necessidade de obras de ampliação.



Todo o conteúdo desta matéria está publicado sob a Licença Creative Commons Atribuição 3.0 Brasil. Para reproduzir as matérias, é necessário apenas dar crédito à Agência Brasil

Espalhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Explore o MAXX

Notícias
Nacional

Internacional
Finanças
Política
Justiça
Segundo Caderno
Esportes


Educação
Inovação

Serviços
Barra de Ferramentas

Buscador
Previsão do Tempo
Tradutor
Viagens

Entretenimento
Cultura

Famosos
MAXX FM
Música
Sobre Rodas
Stations (Busca Rádios)

Estilo de vida
Homem

Mulher

Chat
Amizade

Encontros
Livre
Paquera
Sexo (+ 18 anos)
Webmasters
Outras salas

Fale conosco
Atendimento Virtual
Avalie-nos
E-mail

Fone Fácil
Fórum
Reclame Aqui
Redes Sociais

Copyright 2008 - 2017 © Ouni - Todos os direitos reservados.
"O uso desse website significa que você aceita os Termos de Uso e a Política de Privacidade, em especial no que tange ao uso de cookies."

Informações Importantes | Política de Privacidade | Termos de Uso

Vá para o Ouni